quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Guarulhos ainda tem muita coisa para oferecer nesse mês de Dezembro

Pra quem ainda não tem programa para o final de ano, a Agenda Cultural desse mês oferece algumas sugestões de passeios e entretenimento para todas as idades. Clique abaixo e confira:

 Agenda Cultural - Dezembro 2013

Show com coral no Bosque Maia no sábado celebra chegada do Natal




A aproximação do Natal vai ser comemorada no próximo sábado (21) com a cantata “O Amor Nasceu”, a partir das 20h, no Bosque Maia. A apresentação faz parte da programação especial preparada pela Prefeitura para as festividades de fim de ano. O show terá um coral formado por 80 vozes composto por membros da Primeira Igreja Batista em Guarulhos e do Jardim Seródio.

A cantata “O Amor Nasceu”, de Gary Rhodes, foi traduzida e adaptada por Cristiane Carvalho e mistura canções antológicas, como“Joyful, Joyful”, de Beethoven, com músicas contemporâneas como “Digno é o Senhor”. A regência será de Sandra Cezar Antunes.

Encontro de Dança no Adamastor terá 19 espetáculos gratuitos

Fleshdance, espetáculo de abertura

 O Adamastor Centro recebe entre os dias 18 e 22 dezembro o Encontro de Dança de Guarulhos (Enda). O evento da Secretaria de Cultura vai apresentar 19 espetáculos de grupos e companhias guarulhenses, além de convidados. Toda a programação é gratuita e com indicação para várias idades. Os ingressos serão distribuídos na bilheteria meia hora antes do início de cada espetáculo.

 As apresentações terão estilos como o ballet clássico, danças folclóricas, danças orientais, jazz e dança contemporânea, com espetáculos em palco tradicional e espaços alternativos. No final de cada dia de evento, haverá bate-papos com os grupos participantes, mediados pela comissão artística do encontro. O Enda 2013 tem o objetivo de identificar e divulgar as manifestações cênicas relativas à linguagem da dança, promovendo o intercâmbio entre os artistas e a comunidade. Confira abaixo a programação completa:
Dia 18 – quarta-feira

20 horas - “Fleshdance” 2 – Núcleo Artérias (abertura – espetáculo convidado)
 “Fleshdance” 2 apresenta variações de intensidades emocionais, explora o sistema orgânico do corpo e inventa uma corporeidade ativada pela intensificação dos afetos. Do premiado Núcleo Artérias (ex-Cia 2 Nova Dança). Dança Contemporânea. Duração: 40 min. Indicação: 12 anos.

Dia 19 – quinta-feira

19h30 - Inspiração – Cia Rosa dos Ventres
Homenagem a todas as pessoas que de alguma maneira tocam nossa vida inspirando-nos a fazer o mesmo por meio da alegria de simplesmente dançar. Dança do Ventre. Duração: 10 min. Indicação: Livre.
20h15 - Império da Loucura – Cia Insano Movimento
Inspirado em Pina Bausch, o espetáculo pretende levar o público a uma outra dimensão, onde quem comanda são os sentimentos. Os movimentos produzidos, que vão do pensamento ao corpo, são sentimentos, emoções em forma de dança. Dança Contemporânea. Duração: 15 min. Indicação: Livre.
21 horas - Fábrica dos Sonhos – Corpo Urbano em Movimento
Baseado no blog Fábrica dos Sonhos e nas obras do diretor Tim Burton, o espetáculo busca um universo de questões internas e sonhos abstratos e lúdicos, retratando um corpo que se expressa através de um espaço midiático. Dança Contemporânea. Duração: 40 min. Indicação: Livre.

Dia 20 – sexta-feira

19 horas - Abismo Noturno – Grupo Metades
A partir de poemas e versos do guarulhense Alcides Vieira Lima, o grupo encena a vida e obra deste poeta, que em 43 anos tem muita história para contar. Ditadura, música, família, saudade, tristeza e muita poesia… Dança/teatro. Duração: 30 min. Indicação: Livre. Entrada Franca. 
20 horas - Débora, a Batalha pela Vida – Cia Estável Selma Roth
“Na batalha da vida somos enviados à guerra, perseverando conquistas e objetivos e, mesmo se desacreditados, às vezes por nós mesmos, seguimos nosso envio e… vencemos.” (Juízes 4-5). Estilo Livre. Duração: 25 min. Indicação: 12 anos. 
20h30 - Cálamo: Novos experimentos – Insaio Cia. de Arte (espetáculo convidado)
Limite passível de perfurações, atravessamentos e vertigens, camadas que trilham por entre os poros. As diferentes grafias, o corpo escrevendo. A companhia apresenta uma nova relação de aproximação com o espaço e o público, buscando composições de acordo com cada local. Dança Contemporânea. Duração: 45 min. Indicação: 14 anos.
 21h30 - À Plateia – Grupo Cênico Retalhos Ululantes
Inversão de papéis. Agora o público está no palco. Quem faz o espetáculo? Os intérpretes vão à plateia e a partir de suas percepções dão voz ao lugar do público por meio da dança. Trata-se de uma ampliação da pesquisa acadêmica em site specific “Novos Lugares Para a Dança”, de Felipe Cirilo. Dança Contemporânea. Duração: 25 min. Indicação: Livre

Dia 21 - sábado

13h30 - Alice no País das Maravilhas – Núcleo de Dança Luana Rodrigues
O espetáculo reconta a famosa história escrita por Lewis Carroll, sobre uma garota que, ao seguir um coelho apressado, cai em um buraco e é transportada para o País das Maravilhas. Ballet Clássico. Duração: 60 min. Indicação: Livre.
 15h30 - Era Uma Vez... Contos que Encantam a Realidade – Feeling Cia de Dança
Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo, mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade. O espetáculo traz histórias como Peter Pan, Pinóquio, Rei Arthur e Alice no País das Maravilhas, entre outros contos. Jazz Dance, Ballet Clássico e Dança Contemporânea. Duração: 60 min. Indicação: Livre. Entrada Franca.
 17 horas - Deriva – 1  Coletivo
O abandono do leme de uma embarcação sugere um novo modo de navegar. A navegação, destituída da noção de direção, produz trajetórias inesperadas que traem nosso indubitável desejo de convicção. Paisagem líquida que ora se revolta, ora se dilui. Estilo Livre. Duração: 27 min. Indicação: 14 anos.
 19h30 - Ventomar – Liceum de Dança de Guarulhos, Cia Balé Nacional
A leveza da noite mostra uma nuvem de passos construindo um novo dia. Flores se movem sincronizadas anunciando o nascer do sol, simples movimentos capazes de encantar, refletem a Timesquare dos anos 40. Ballet Jazz. Duração: 60 min. Indicação: Livre.
 21 horas - Balé – Eduardo César e Edson Raphael
Ele disse não. Disse que não, bateu o pé. Disse que não e não e não. O negócio dele é ficar dançando. Vive atrás de vento, assobiando. Oca. Sem coração. Balé é a dança da palavra que é dança, da dança que é gesto, do gesto que é palavra. Dança Contemporânea. Duração: 40 min. Indicação: 18 anos.

Dia 22 - domingo

13 horas - Diário, Deus escreve a história de nossas vidas – Gerar Dance Cia
Um diário pessoal pode incluir experiências de uma pessoa, pensamentos, sentimentos. “Diário” - escolhemos que Deus escreva a história das nossas vidas e por meio do nosso corpo Ele escreverá. Estilo Livre. Duração: 60 min. Indicação: Livre.
 14h30 - Folclores – Liceum de Dança de Guarulhos, Núcleo Pindorama e Núcleo Isbá
O espetáculo faz um resgate de danças históricas e folclóricas nacionais e da Bielorússia. Duração: 60 min. Indicação: Livre.
 16 horas - Estrelas – Cia de Dança Araci Guerra
Cada coreografia deste espetáculo evidencia um importante cantor de uma determinada época. Figurinos e adereços nos remetem a cada estilo musical apresentado. As coreografias trazem a simbologia e a versatilidade do ritmo pop. Ballet, Jazz, Sapateado, Flamenco e Dança Contemporânea. Duração: 60 min. Indicação: Livre.
17h30 - A Flauta Mágica – Centro de Dança Yara Ciconi
Trata-se da história da camponesa Lise, que se vê forçada a casar com o rei, mas que entregou seu coração ao seu amado Luke. O rapaz luta para conquistar a confiança da família da moça, mas tudo em vão. Até que a fada do amor aparece… Ballet Clássico. Duração: 60 min. Indicação: Livre.
19 horas - Um Lago, Dois Cisnes
Baseado na peça original de Tchaikovsky, narra a história de Odette, uma moça frágil e submissa que vive um relacionamento infeliz com o cantor Rothbart, que encanta todas as mulheres. A coreografia propõe uma análise psicológica sobre a dinâmica de relacionamentos como este. Dança Oriental Cênica. Duração: 45 min. Indicação: 14 anos.
20h30 - Nós – Núcleo Extedoe
Criado a partir da integração de três oficinas ministradas nos últimos quatro meses, o espetáculo propõe um contraponto ao monólogo “Só” e traz como temas a coletividade, respeito, amizade e companheirismo no dia-a-dia da vida urbana. Projeto contemplado pelo FunCultura. Dança Contemporânea. Duração: 35 min. Indicação: Livre.

PIB de Guarulhos registrou crescimento de 17% entre 2010 e 2011

O Produto Interno Bruto (PIB) de Guarulhos teve crescimento de 17%, segundo dados divulgados nesta terça-feira (17) referentes a 2011 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em comparação ao ano anterior, último levantamento apresentado pelo órgão, a cidade registrou aumento de aproximadamente R$ 6 bilhões, passando de R$ 37,1 bilhões para R$ 43,4 bilhões.

O resultado mantém o município na oitava colocação na participação do PIB do país, sendo a primeira entre as não capitais. Estão à frente de Guarulhos São Paulo (R$ 477 bilhões), Rio de Janeiro (R$ 209,3 bilhões), Brasília (R$ 164,4 bilhões), Curitiba (R$ 58 bilhões), Belo Horizonte (R$ 54,9 bilhões), Manaus (R$ 51 bilhões) e Porto Alegre (R$ 45,5 bilhões).


 No Estado de São Paulo, Guarulhos fica atrás apenas da Capital, carro-chefe da economia nacional. Em termos percentuais, a cidade responde por 1% do PIB do Brasil. O setor que mais apresentou evolução entre 2010 e 2011 no município foi o de serviços, que passou de R$ 20,8 bilhões para R$ 24,5 bilhões (17,6%), evolução de 16%. No segmento industrial, a elevação foi de 9%: de R$ 9,8 bilhões em 2010, atingiu R$ 10,7 bi em 2011.

 No período, o PIB per capita (que é a divisão do resultado total pela quantidade de habitantes) registrou uma variação positiva de 16% em Guarulhos, saindo de R$ 30.383,43 para R$ 35.248,49.

O prefeito Sebastião Almeida disse que o resultado é um reflexo das transformações vividas pela cidade ao longo da última década. “Guarulhos vive um ciclo de desenvolvimento ímpar em sua história”, afirmou Almeida. Segundo ele, o crescimento do PIB municipal se deve aos investimentos realizados pela iniciativa privada e pelo Poder Público nos últimos anos, que se traduzem em mais empregos e melhor qualidade de vida para a população.

Almeida lembrou que a Prefeitura de Guarulhos tem feito uma série de iniciativas para estimular a economia municipal, com medidas como a criação do Bilhete Único, a implantação de uma política de desoneração tributária para empresas instaladas na cidade, a melhoria da infraestrutura no parque industrial, e a realização de obras públicas em todas as regiões. “A paisagem de nossa cidade mudou radicalmente nos últimos anos, com investimentos pesados em áreas como Saneamento Básico, Transporte Público, Educação, Habitação, entre outras”, completou.

BNDES aprova R$ 4,27 bi para aeroportos de Guarulhos e de Brasília

Financiamento é para ampliação, modernização e exploração das áreas.
Guarulhos receberá R$ 3,48 bilhões e Brasília, R$ 797,1 milhões.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou dois empréstimos de longo prazo para os concessionários dos aeroportos de Guarulhos e de Brasília, totalizando R$ 4,27 bilhões, informou a instituição nesta terça-feira (17).
O concessionário do aeroporto de Guarulhos, GRU Airport, receberá R$ 3,48 bilhões, enquanto a Inframérica, concessionária do aeroporto de Brasília, receberá R$ 797,1 milhões.
Do total a ser desembolsado para o aeroporto de Guarulhos, R$ 1,2 bilhão é relativo ao empréstimo-ponte concedido em outubro de 2012, a ser pago quando ocorrer o primeiro desembolso para a concessionária GRU Airport.
No caso da Inframérica, no primeiro desembolso será pago o empréstimo-ponte de R$ 488 milhões, concedido em dezembro do ano passado.
A participação dos recursos do BNDES será de 64% do total dos investimentos no aeroporto de Guarulhos, e de 61% no projeto do Aeroporto Internacional de Brasília, informou o banco estatal.
"Nos dois financiamentos, uma parcela será destinada a investimentos sociais. No caso da concessionária do aeroporto de Guarulhos, R$ 17,3 milhões serão usados em projetos sociais na área de influência do aeroporto, enquanto a concessionária de Brasília deverá fazer investimentos sociais no valor de R$ 4 milhões", informou o comunicado.
Os dois aeroportos foram leiloados pelo governo em fevereiro de 2012. O aeroporto de Guarulhos foi arrematado pelo consórcio Invepar (composto pela Invepar Investimentos e Participações e Infraestrutura, com participação de 90%, e operadora Airport Company South Africa, com 10%), por R$ 16,213 bilhões, com ágio de 373,5% sobre o valor mínimo estabelecido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
Já o terminal de Brasília ficou com o consórcio Inframérica Aeroportos (50% da Infravix Participações e 50% da Corporación America, da Argentina), que deu um lance de R$ 4,501 bilhões, com ágio de 673,89%.

Via G1

Jornal Folha do Ponto - Edição 223