quinta-feira, 8 de maio de 2014

Ponto sem nó - União contra Alencar Santana

  A prepotência e o afastamento da base petista durante três anos, parece que está custando caro para o deputado estadual Alencar Santana (PT). Na última segunda-feira, a maioria dos petistas da cidade e membros de partidos aliados se reuniram em uma casa de shows no Taboão para declararem apoio ao vereador Auriel Brito como candidato a deputado estadual. Segundo o cálculo dos organizadores, cerca de 4 mil pessoas prestigiaram o evento.  

Almeida se assustou
  Segundo boa fonte, quando o prefeito Almeida chegou ao evento teria se assustado com tanta gente em apoio ao vereador petista. Apesar de nunca ter se bicado muito com Auriel, o prefeito com medo de se distanciar das lideranças subiu no palco e rasgou elogios ao parlamentar, como naquela base de: quando não se aguenta... Relaxa e goza!     O prefeito falou da importância de eleger Alencar e Auriel. Os petistas aplaudiram para não perder o companheiro.

Almeida já toma café frio
    Na verdade, parece que o prefeito Almeida já começa a tomar café frio, mesmo ainda faltando mais de dois anos para terminar o seu mandato. A prova é a desobediência da maioria de seus funcionários de confiança que se uniram para 
fritarem o seu candidato (à reeleição) a deputado estadual Alencar Santana.

Só interessa a caneta
    Boa fonte garante que o único apoio que o grupo de Auriel quer de Almeida seria o apoio da caneta do chefe do Executivo, que ajuda muito na arrecadação de recursos para a campanha. Já o apoio político pode ser dado para Alencar, pois segundo a mesma fonte, tirar foto com Almeida hoje é perder votos, já que o prefeito teria aparecido em pesquisa recente do PT com 70% de rejeição.






Tomando gosto

    
A empolgação do grupo petista que apoia Auriel Brito para deputado estadual é tanta que até o secretário de Assuntos Jurídicos, Severino Silva, que sempre foi tímido e dificilmente aparecia em público, preferindo os bastidores, saiu da toca e vai à maioria dos eventos. E mais: pede para falar ao microfone. A atitude de Severino parece que contagiou o também tímido secretário-adjunto Jorge Carniti, que também pegou gosto pelo microfone.

Nenhum comentário :

Postar um comentário